Ação de oportunistas dificultam agendamento on-line para vistos na Irlanda

Ação de oportunistas dificultam agendamento on-line para vistos na Irlanda

Rubinho Vitti

1 ano atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

O jornal Irish Times denunciou nesta sexta-feira, 7 de setembro, um esquema de oportunistas que agem na internet para bloquear os agendamentos on-line para solicitação ou renovação de visto no Serviço de Naturalização e Imigração da Irlanda (INIS).

O esquema ocorre por meio da utilização de “bots” (ou web robots), que são softwares que simulam ações humanas na internet, para preencher dados automaticamente.

Esses robôs conseguem marcar agendamentos antes de todo mundo que tenta fazer manualmente.

A ideia é vender pela internet um serviço de agendamento, que na Irlanda é gratuito, de forma “mais fácil, rápida e sem espera”.

O que parece uma ajuda dos deuses para alguns brasileiros que caíram no esquema e estavam desesperados com o prazo apertado para a solicitação do antigo GNIB, atual IRP — Irish Residence Permit — antigo GNIB), é na verdade mais um daqueles golpes oportunistas.

Serviço é oferecido em páginas do Facebook

GNIB Galway _Crédito © Rodrigobellizzi _ Dreamstime

Na Irlanda, serviço de Agendamento para permissão ou renovação de visto é comprometido por oportunista. Foto: Rodrigobellizzi/Dreamstime

O E-Dublin apurou que pelo menos duas páginas na internet oferecem o serviço para agendamento de visto.  Elas são voltados principalmente para brasileiros e prometem ajuda e facilidade para marcar o agendamento.

O interessado faz um cadastro e somente no final é informado que para continuar é preciso pagar uma taxa (que varia de 10 a 25 euros). Vale lembrar que não são só brasileiros que usam destes softwares para cobrar pelo agendamento. Pessoas de diversas etnias e que vivem na Irlanda estão passando pela mesma situação.

Usuários elogiam serviço fraudulento

Imagem mostra anúncio de site que oferece o serviço de agendamento pelo preço de 10 euros. Foto: reprodução/Facebook

Imagem mostra anúncio de site que oferece o serviço de agendamento pelo preço de 10 euros. Foto: reprodução/Facebook

Entre os reviews de quem utilizou o serviço, muitos brasileiros elogiam. “Excelente trabalho, facilita a vida de quem não tem tempo para ficar o dia inteiro no site da imigração”, escreve um cliente.

Outro destaca o preço. “O valor cobrado não paga uma cerveja de uma noite! Super recomendo!”, destacando que o horário foi marcado no dia seguinte ao solicitado.

Ao mesmo tempo que reviews são positivos para a página que cobra para agendar o horário, os brasileiros criticam a demora e a falta de vagas no site da INIS, sem saber que a dificuldade é gerada justamente pelos oportunistas com o uso fraudulento de “bots”.

Brasileiro relata demora para conseguir agendar visita ao INIS

PASSAPORTE E VISTO - FONTE EVERYSTOCKPHOTO -6275444 - PRECISAMOS MOSTRAR O LINK DE LICENSA NESSA FOTO. (1)

Site do INIS é afetado por grupos que vendem agendamento via internet, prática considerada ilegal. Foto: EveryStock

Com os sistemas “bots” atuando no agendamento do INIS, muitos brasileiros que tentam agendar normalmente um horário não conseguem. É o caso de Juan Targino, 27 anos, que aguarda o agendamento para o visto de trabalho há três meses.

Como trabalha com computador e está o dia todo on-line, ele estranhou não conseguir seu appointment, mesmo tentando em dias e horários diferentes.

“Apareciam vagas, mas quando eu colocava pra agendar dava erro na página. Eu voltava, preenchia todas as informações novamente, e o erro repetia”, disse.

Juan disse que depois de inúmeras tentativas buscou um serviço alternativo na internet. “Então apareceu uma mensagem de que se eu desejasse proceder eu teria que pagar”, relatou.

A falta de agendamento gratuito está dando um prejuízo grande ao brasileiro. “Sem o carimbo no passaporte e o cartão de residência eu não consigo sair do país”, disse.

Sistema on-line foi introduzido após reclamação de filas

Visto irlandês

Sistema ‘bots’ ou web robot é responsável por agendar automaticamente uma data e horário no site da imigração irlandesa. Foto: AndEstefane

Há cerca de dois anos, o agendamento para visto (IRP) era feito a partir de uma fila que se formava na madrugada. Quem conseguia uma senha, era atendido. Isso só foi mudar em 2016, quando foi introduzido o sistema on-line, justamente para facilitar a vida do imigrante.

A situação de quebra no agendamento do INIS não é o único problema do departamento. Eles relatam outros tipos de fraude como contatos via e-mail ou telefone de supostos agentes da imigração exigindo algum tipo de pagamento.

Vistos de reentrada no país, agora só via correspondência

Desde o dia 3 de setembro, no entanto, os vistos de reentrada no país (feito para quem tem autorização para morar na Irlanda, mas precisa fazer alguma viagem) teve o agendamento on-line cancelado.

Atualmente, o pedido só pode ser feito por correio (carta registrada) de 5 a 6 semanas antes da saída do país. O comunicado foi feito no site do INIS em agosto.

O sistema on-line segue “funcionando” para permissões e renovações.

Avatar
Rubinho Vitti, Rubinho Vitti é jornalista de Piracicaba, SP. Vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar