Budapeste, na Hungria, é um dos destinos baratos do Leste Europeu

Budapeste, na Hungria, é um dos destinos baratos do Leste Europeu

Ávany França

9 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Nossa viagem pelo Leste Europeu faz sua primeira parada, Budapeste. E antes de descermos do trem, vai uma dica. Mímica pelo Leste é tudo. Inglês por lá é artigo raro e, para seu desespero, húngaro é considerada uma das línguas mais difíceis do planeta.

Outra coisa importante: ir ao Leste é conhecer uma segunda Europa, olho aberto principalmente com as agências de câmbio. A diferença de cotação pode te deixar de cabelo em pé. Como dizem por aí, quem avisa amigo é!

Budapeste e os spas termais. Vale incluir no roteiro Leste Europeu. Photo 51484261 © Emicristea - Dreamstime.com

Budapeste e os spas termais. Vale incluir no roteiro Leste Europeu. Photo 51484261 © Emicristea – Dreamstime

Nos primeiros minutos em Budapeste já descobri porque muitos dizem que húngaro é a única língua que o diabo respeita. Um simples obrigada, vira KOSZONOM com pronuncia de “queusseuneum”. Entendeu? Imagina falar uma sentença inteira?

A capital húngara é uma cidade fascinante. Vá sem pressa e se deixe envolver pelos encantos de Buda e Peste, a imponência do largo rio Danúbio, o charme das pontes Elisabeth e Liberdade que foram completamente destruídas e reconstruídas após invasões e guerras. Aliás, tudo em Budapeste, ou quase tudo, já foi erguido e reerguido várias vezes. Talvez, por isso, a cidade tenha essa atmosfera rústica e despretensiosa.

Rio Danúbio conecta várias cidades no Leste Europeu. © Marcin Łukaszewicz | Dreamstime.com

Rio Danúbio conecta várias cidades no Leste Europeu. © Marcin Łukaszewicz | Dreamstime

Aprecie os detalhes arquitetônicos, a imponência do Castelo Real (Szent Gyorgy ) erguido no alto de Buda. A cópia bem feita do Parlamento londrino no lado Peste, a arte Gótica impressa nas fachadas e torres das igrejas.

Uma coisa que vale a pena é curtir os pontos turísticos durante o dia e reservar a noite para um passeio de barco pelo Danúbio. A vista fica ainda mais interessante quando as luzes da cidade estão acessas.

Não deixe de reservar pelo menos um dia para os spas termais em Budapeste. © Vitalyedush | Dreamstime.com

Não deixe de reservar pelo menos um dia para os spas termais em Budapeste. © Vitalyedush | Dreamstime

Reserve um dia para se deliciar nas termas da cidade, famosas pelas propriedades medicinais. É possível passar horas se maravilhando em temperaturas acima de 36°C, com direito a massagens, por menos de 30 euros. E não pense você que isso é coisa de gente fresca, os baths de Budapeste fazem parte da cultura local e são uma tradição de mais de dois mil anos.

Curiosidades sobre Budapeste

Quem nasce em Budapeste chama-se magiare. O nome Buda não possui nenhuma ligação com o Budismo, assim como Peste também não tem nenhuma relação com doença. Na verdade os nomes derivaram de uma língua remota. E se você me perguntar se os magiares são friendly, eu direi que sim, mas no passado o primeiro bispo da cidade foi lançado do alto de Buda, pelos pagãos. Então, não queira tirar a prova dos nove.

Marcas do comunismo

Se tiver oportunidade, não deixe de visitar alguns marcos do comunismo em Budapeste. Um deles é o Szabor Park (Parque de Estátuas). As estátuas de líderes comunistas são as mesmas que foram espalhadas pela cidade como imposição de poder. Com o fim do regime, outras cidades vítimas do comunismo fizeram questão de destruí-las, mas para os magiares mantê-las de pé é uma forma de protesto contra tudo o que elas representaram no passado.

Terror Háza (Museu do Terror)

Budapeste também reserva um lugar onde se pode pelo menos imaginar o horror vivido pelas vítimas do comunismo. Lá, muitos foram presos, torturados e exterminados. É de arrepiar circular por um ambiente onde tantos húngaros desejaram nunca ter estado.

Visitas indispenváveis? Buda Castle Labyrinth, Heroes Square, Mathias Church, Chain Bridge, The Hungarian Parliament, Buda Castle.

Como minha ida a Buda foi acidental e eu já não sou uma pessoa muito noturna, ficarei devendo dicas de baladinhas. Mas nada que você, que já foi, não possa compartilhar nos comentários.

Quem leva?

Ryanair, Aerlingus

Onde se hospedar?

Hostelworld – Opções e bom preço. Não deixe de ler os reviews da galera!

Precisa de visto?

Como turistas não há necessidade de visto. Prazo de permanência três meses.

Moeda

Forint/Florim (HUF). Você vai ficar bem confuso com a conversão. Melhor levar uma colinha no bolso.

Melhor época para uma visita?

O ano inteiro, mas no verão as temperaturas ficam muito mais agradáveis e todas as termas abertas para banhos. Se você curte fórmula 1, programe sua para julho ou agosto quando acontecem as corridas.

Se eu fosse você…
Não gastava dinheiro com o city tour. A dica é escolher os lugares que quer conhecer assim que chegar na cidade e se jogar nos bondinhos, muito mais charmosos e baratos. É a melhor opção para circular entre Buda e Peste.

Antes de ir visite Budapest.com.

Budapeste fica a apenas 3h de Viena (by bus). Para os mais dispostos, vale uma viagem 2×1. A Eurolines e a Student Agency sempre oferecem tarifas especiais. Fica a dica.

E falando em tarifas especiais? Para onde compraremos nosso próximo ticket? Polônia, Republica Tcheca, Eslováquia? Desnudando o Leste Europeu volta na próxima semana, mas o destino quem escolhe é você!

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para jornalismo@e-dublin.com.br

Avatar
Ávany França, Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar