Como é o Custo de Vida na Austrália para estudantes?

Como é o Custo de Vida na Austrália para estudantes?

Ávany França

6 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Um dos grandes desafios do intercâmbio é o custo de vida no país escolhido, afinal morar em outro país, sem o suporte familiar e a net de amigos não é para os fracos. Hoje vou contar como é o custo de vida em Sydney, na Austrália e quanto você precisa para as despesas do dia a dia.

G’day mate! How you going?

Acabei de pagar o aluguel do meu apartamento, divido um studio loft com mais dois amigos, o espaço não é grande mas para nós três é perfeito. Tenho que pagar por semana para morar aqui, aliás tudo o que faço por aqui é por semana, não consigo mais pensar corriqueiramente nos meus gastos mensais, só se eu parar para pensar e fazer as contas, como estou fazendo agora e acabo tomando um baita susto “My gosh! How expensive is this city”.

 © Bbofdon | Dreamstime.com

Prepare o bolso para morar em Sydney, pois não é nada barato.© Bbofdon | Dreamstime

Sim, Sydney é uma cidade muito cara para se viver, é a cidade mais cara da Austrália, porém os salários são proporcionais quando comparados com outras importantes cidades. O aluguel é o maior gasto que tenho e dependendo onde moro, com quem, com quantos, tempo de contrato, o valor varia e muito. Fora o transporte, a comida, a cerveja, os passeios. Tudo tem seu preço e aqui nessa cidade ele costuma ser bem salgado.

Vou falar sobre valores agora e vou começar pelos salários que é o que mais interessa. A hora trabalhada em Sydney pode ser uma das mais bem pagas do mundo e trabalhando como Kitchen Hand, cleaner, waiter, labour, entre outros, dependendo do lugar e quantas horas trabalhadas por semana é possível pagar todas as suas contas e ainda juntar uma graninha para fazer uma viagem nas férias, mas claro que tomando muito cuidado com o que está gastando em coisas “menos importantes” durante sua vida por aqui. Cada um define o que é “menos importante” para si, como exemplo falo por mim, é muito importante pelo menos uma vez por semana ir para um pub com amigos tomar uma cerveja e bater um papo, mas se eu for três, quatro vezes já considero um gasto desnecessário para quem tem um objetivo a seguir, seja ele viajar, juntar uma grana, renovar o visto por exemplo.

O salário mínimo é de AU$ 18,29 (R$ 48,75)a hora trabalhada, mas isso é bem relativo, conheço pessoas que trabalham como Kitchen Hand, por exemplo, ganhando AU$ 15 (R$ 39,98), cash hand e outras ganhando mais de AU$ 22 (R$58,64), aí vai depender da sua experiência, força de vontade, nível de inglês, e porque não de Deus, sorte, universo, dependendo do que você acredita.

© Jianghongyan | Dreamstime.com

Um dos melhores salário mínimos são pago na Austrália.© Jianghongyan | Dreamstime

A diferença é que quem trabalha como cash hand pode trabalhar bem mais de 20 horas semanais, pois não precisa provar nada, para o governo australiano você nem trabalhando está, já no outro sistema é necessário pagar impostos, que você recolhe assim que sair do país ou então uma vez por ano.

Com esse salário é possível pagar o seu aluguel que vai variar bastante, como já citei, entre AU$ 100 e mais de AU$ 1.000 por semana. Isso depende de vários fatores, um dos principais é com quantas pessoas você vai morar, na casa e no seu quarto. Se for dividir o quarto com apenas mais uma pessoa, e em um lugar próximo do centro, o valor sai entre AU$ 190 e AU$ 230. Claro que isso varia e muito, mas o básico é isso mesmo.

Comendo normalmente em casa, de vez em quando almoçando em um restaurante, e tomando uma cervejinha durante uma noite  da semana, é possível gastar entre AU$ 80 e AU$ 140 podendo variar bem, para mais ou para menos.

O transporte é algo que pesa no bolso por aqui. Se pegar só um ônibus para ir e para voltar da escola ou trabalho, se a distância for de três a oito quilômetros  varia de  A$ 3,58 no horário normal e horário de pico a A$ 4,30 no ticket, mas se precisa mais do que isso, por exemplo trem ou ferry, o valor passa para AU$ 61,60. Porém com esse ticket é possível fazer quantas viagens forem necessárias durante 7 dias.

É muito difícil falar sobre valores, porque cada um tem o seu objetivo, as suas necessidades, e o fator sorte conta demais. Esses valores são bem superficiais, mas já dá pra ter uma ideia do quanto se gasta por aqui. Como disse isso varia bastante para um valor bem mais baixo ou bem mais alto. Quanto chegar aqui você poderá fazer as suas escolhas e assim as suas finanças também.

See ya!

By Willian Barros
 Acompanhe nossa série: O Destino do Meu Intercâmbio, Austrália, clique em: Sydney.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para jornalismo@e-dublin.com.br

Avatar
Ávany França, Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar