Como foi estudar em Toronto, Canadá

Como foi estudar em Toronto, Canadá

Colaborador E-Dublin

8 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Qual foi o objetivo principal de sua viagem? Estudos, trabalho ou lazer?

O principal objetivo foi estudar e aperfeiçoar o inglês

Ao contrário da maioria dos intercambistas que viaja em busca do idioma, você já era fluente quando embarcou para o Canadá. Como adquiriu o inglês?

Eu tinha certa fluência no idioma quando fui adquirida ao longo da minha vida escolar.

Arquivo pessoal

Escolhi o Canadá para fazer meu intercâmbio para aprimorar meu inglês.@arquivo pessoal Thiago Costa

Lendo o seu currículo pude observar que você também visitou outros países a trabalho. Por onde passou e como tem sido essa experiência principalmente no uso do inglês?

Estive na Austrália em um projeto da empresa onde trabalho. Foram quase 30 dias. O mercado na Austrália é muito interessante e competitivo. Comparando com o Brasil a diferença é que as pessoas são bem mais preparadas. A maioria com quem tive contato possui mais de um título acadêmico. O meu gerente, por exemplo, possuía três faculdades.

Numa escala de 5 a 10 como você classificaria Toronto? O que pesou na sua escolha pela cidade?

A nota seria 10. Toronto é uma cidade com muita diversidade. São várias culturas em um lugar só e eu adoro conhecer pessoas de outras culturas. Isso pesou bastante na escolha por Toronto.

© Amartphotography | Dreamstime.com

Toronto é uma cidade com muita diversidade.© Amartphotography | Dreamstime.com

O que acrescentou no seu CV e também na sua vida  pessoal esses meses no Canada?Outra visão do mundo, experiências inesquecíveis, amigos idem, momentos ímpares na vida. Foi graças a essa vivência que surgiu o convite para o projeto na Austrália.

Na sua área de atuação que outros países você recomendaria para um jovem intercambista?

Austrália e Alemanha

Comparando com o Brasil, quais foram as diferenças mais latentes entre a vida no Brasil e no Canadá ?

Educação, respeito pelas leis e pelo meio ambiente. No Canadá, nas quatros cidades que visitei (Toronto, Quebec, Montreal e Ottawa), as ruas são limpas, as pessoas não jogam nada nos lagos ou mesmo no chão. O pedestre atravessa na faixa e os carros param quando alguém faz menção de atravessar.

No transporte público as pessoas esperam a sua vez de entrar, quando as demais estão saindo do vagão. Isso foi o que mais me impressionou em Toronto. Mesmo na correria do dia a dia as pessoas respeitam-se mutuamente.

© Marc Bruxelle | Dreamstime.com

Ruas limpas e educação no transporte, são algumas das coisas que impressiona no Canadá. © Marc Bruxelle | Dreamstime.com

Você acredita que toda essa ascensão brasileira na mídia internacional acaba refletindo na busca por profissionais brasileiros? 

Sem dúvida. O brasileiro quando devidamente capacitado é um profissional ímpar, pois é amplamente  adaptável. Na empresa em que prestei serviço na Austrália, vi alguns brasileiros em cargos gerenciais, por exemplo.

Seguindo a sua própria experiência, o que você acredita ser necessário para que um jovem consiga espaço no mercado internacional?

Força de vontade, garra e não ter medo de receber não.

Veja tudo na série Destinos de Intercâmbio! e tome a melhor decisão para o sua viagem.

Aproveite e peça agora orçamento para nossos parceiros sobre os diversos destinos de interesse.

Por Thiago Costa da Camino

Avatar
Colaborador E-Dublin, Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar