Conte sua História – 3 meses de Irlanda, como está tudo?

Edu Giansante

9 anos atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Salve galerinha do E-Dublin! Tudo na paz?

Bem, estou completamente sumido do grupo, não é atoa que tenho mais de 150 emails para ler… rsrs… Enfim, acho que é normal, depois que se chega em Dublin, primeiro, acabam todas as preocupações em relação ao: embarque, visto, agência, escola, compra do euro, etc, etc, etc… e começam outras milhares: PPS, apartamento, conta bancária, emprego, emprego, emprego e emprego de novo… e assim vai… ahh e ainda tem que achar tempo pra beber… enfim…

Então, estou aqui há 3 meses e vim contar um pouco do que aconteceu até em o momento… quando cheguei, assim como todos, uma grande ansiedade por tudo novo… emoção, alegria, enfim, não tem como explicar… a princípio pareceu tudo muito fácil… aí constatei logo de cara que realmente meu inglês é pior que o meu mandarim ou meu gaelico… auhauha :o(

Os dias foram passando, primeiro mês arrumando as coisas aos poucos… experiência na casa de família? nota mínima… a casa era ótima, a família excelente, mas realmente sem falar um pouco do idioma não serve pra nadaaaaaa… Sai da casa de família depois de 15 dias e fui morar com 2 brasileiros e 01 mexicano… estamos num Flat bom e com um preço legal.

Frequentei bastante balada e não procurei nada de emprego… A escola? melhor investimento que fiz… não tem brasileiros e a maioria é europeu… é cara, mas valeu a pena, uma escola realmente séria… 3 meses lá e nunca se quer vi um brasileiro na sala. Nunca falei português na escola, mesmo querendo, impossível…

2 mês depois, acho que bateu a carência e comecei a namorar… resultado: depois de 1 mês tomei um pé na bunda e a carência e a depre só aumentou… auhauha…. Massssssssss, aí acordei pra vida… comecei a sair bastante e me permitir conhecer novas pessoas, culturas, enfim, me permitir a viver o intercâmbio, de repente, eis que me cai um emprego no colo… não mandei CV… não fiz entrevista, apenas relacionamento e estou trabalhando de vendedor, caixa numa loja de doces no Shopping Ilac, tudo perfeito! Trabalho perfeito, perto de casa, pessoas legais o/

O idioma agora? Melhorando… já não me sinto perdido, nas baladas converso bastante com as pessoas, depois de bebedo sou fluente! hehehe…. Isso tem me ajudado bastante, por exemplo:  hoje a professora me chamou e falou que não posso mais continuar no Elementary porque estou desenvolvendo bem quando comparado com os outros alunos, e vai me passar para pré-intermediário. Isso me deixou bem otimista…

Enfim, antes meu sentimento era voltar para o Brasil no máximo em julho do ano que vem… agora é ficar até julho de 2012… Realmente estou mto satisfeito e vejo possibilidades de aprender muito, divertir muito e conquistar bons frutos com este intercambio… Tenho criado otimos relacionamentos aqui o que tem ajudado muito!

Clima?? Realmente odeio frio, mas aqui está bem diferente. Já está friozinho e tô adorando… =o) Enfim, outro dia escrevo mais… hoje trabalhei muito e preciso dormir! =oP

(Fernando G. é participante do nosso Grupo de Discussão por e-mail, conta suas históras no grupo e autoriza o E-Dublin a fazer a divulgação do seu dia-a-dia para que possamos, juntos, ajudar mais gente).
Avatar
Edu Giansante, Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar