Crise econômica incentiva migração de brasileiros

Crise econômica incentiva migração de brasileiros

Elizabeth Gonçalves

4 anos atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Com uma série de escândalos de corrupção e a má gestão pública, o Brasil simplesmente parou de crescer e tem mergulhado cada vez mais fundo numa assustadora crise econômica. Essa frustração tem levado muitos brasileiros a considerar a ideia de deixar o país em busca de novas oportunidades.

O que se tem visto é um aumento desenfreado do desemprego, que inclusive, tem alcançado índices recordes. Segundo a pesquisa do IBGE divulgada em junho desse ano, nos últimos 12 meses o número de pessoas desempregadas aumentou 18,4%. Com isso, atualmente mais de oito milhões de brasileiros à procura de uma colocação no mercado de trabalho.

Entre outros fatores agravantes da crise estão a queda da renda e, consequentemente, do consumo, o aumento da inflação e também a desvalorização do Real diante do Dólar.

Imagem: reprodução

Imagem: reprodução

Partida

Ainda não existem dados oficiais de quantos brasileiros deixaram o país nos últimos meses. O que se pode afirmar, de acordo com documentos apresentados pela Receita Federal, é que entre 2010 e 2015 o total de Declarações de Saída Definitiva do país subiu 67%. Esse documento deve ser apresentado ao órgão por quem emigra em definitivo. Ainda de acordo com a Receita, há uma média de 36 saídas diárias em definitivo do país.

Vale lembrar que nesse levantamento do órgão federal não estão inclusas pessoas que deixaram o Brasil, mas não possuem bens ou rendimentos, além de crianças e cidadãos que migraram de forma ilegal.

Também não há um perfil exato do brasileiro que tem buscado uma oportunidade melhor em terras estrangeiras. Porém, estima-se que uma grande fatia provenha da nova classe média, ou seja, pessoas que ascenderam socialmente nos últimos anos, principalmente jovens, mas que agora não conseguem se encaixar no mercado de trabalho nacional.

Reprodução: Ceará Agora

Reprodução: Ceará Agora

Destinos

Austrália e Canadá estão na lista de destinos favoritos entre os brasileiros que pretendem deixar o país. Como a população desses países está envelhecendo rápido, devido às baixas taxas de natalidade eles precisam recrutar mão de obra qualificada estrangeira, sendo uma ótima oportunidade para brasileiros com boa formação acadêmica.

Já na Europa, a rápida recuperação de países como Reino Unido e Alemanha da crise econômica dos últimos anos tem atraído a atenção dos brasileiros.

Segundo dados do Departamento de Imigração do Reino Unido, o número de vistos concedidos a brasileiros em 2014 foi de 6.712. Esse foi também o ano em que foram concedidos mais vistos de trabalho no Reino Unido para brasileiros em pelo menos dez anos. Foram 1.163 no ano passado, ante 1.084 no ano anterior e 850 em 2012. Dados referentes a 2015 ainda não foram divulgados, mas tudo indica que esses números devem ser ainda maiores.

Foto: Elizabeth Gonçalves

Foto: Elizabeth Gonçalves

Mesmo com a valorização da moeda britânica e do bom momento econômico pelo qual o país está passando, suas políticas de controle da imigração são extremamente rígidas e restritas. Um exemplo disso é o recente anúncio do primeiro ministro David Cameron, no qual afirma que a repressão aos imigrantes ilegais irá aumentar. Entre as novas medidas impostas está o confisco de salários dos trabalhadores ilegais pela polícia e a deportação imediata.

Revisado por Tarcisio Junior

Avatar
Elizabeth Gonçalves, Elizabeth Gonçalves é jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar