Mensagem de Feliz Natal!

Edu Giansante

11 anos atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Umas das mais ilustres e queridas participantes do E-Dublin Groups reaparece por aqui. Ela já escreveu um e-mail que virou mensagem de incentivo para aqueles indecisos e amedrontados. Agora, já na Irlanda, realizando um sonho, enviou uma mensagem de Natal para todos E-Dubliners!

Curtam as belas palavras na Rosângela, mandando bem como de costume!

Que coisa mais interessante esse e-dublin!…Já vi passar de tudo por aqui, nesse quase ido 2008.
Discussões filosóficas sobre os mais intrincados mistérios:

de como usar panela de pressão (ou não);
o que trazer na mala (ou não);
fotos, viagens, shows;
como não assinar nada sem saber exatamente o que os irlandeses vão fazer com seu papel assinado;
como fazer sopa, comprar selo, despachar sedex, lavar roupa, correr atras ou adiante do lepreschaun;
bunda dura ou bunda mole (não sei ao certo);
porradas aleatórias de paraquedistas nervosos;
gargalhadas de zorra e quase lágrimas de pura emoção.
Ah!…e Sócrates, Platão, Aristóteles…

De tudo vi passar por aqui nesses últimos meses.

Estava em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais ou Brasília sonhando a beça com Dublin e, enquanto assim, nesse puro estado de sonho e ansiedade, senti de verdade como era estar aqui.

Não cheguei em Dublin nunca: me transportei pelo canal e-dublin estando lá, ficando aqui e quase nem me lembro que não sou daqui e nem que não saí de lá pois pelo e-dublin, apenas me encontrei por aqui.

Na verdade, por esses ultimos dias, desde que ouvi falar até em um cantor de gospel australiano, nem sei direito se estou em Dublin, Marrakesch, Bagdá, coberta de sonhos ou fumaça de haxixe.

Eu e meus 51 anos capengados, arrastados, fugindo há mais de 08 de um bicho que quer me pegar, me vejo aqui, abraçada a um sonho, rodeada de jovens maravilhosos, sonhadores e fortes como eu mesma nunca fui. E assim vou indo. Por vezes descobrindo perversidades impensadas, tais como aquelas dos garotos mal amados que perseguem estrangeiros porque não podem (ainda) bater em pai e mãe e expõem sua revolta tediosa agredindo aqueles que se atrevem a cruzar seus caminhos de vazio e solidão e também descobrindo pequenices, mimos poucos, quase nada, carinhos nossos de brasileiros assustados em descobrir o quanto podemos ser melhores, mais competentes, mais criativos, mais esforçados que qualquer outro povo. E ao mesmo tempo, o quanto alguns de nós podem ser só o que pode ser o homem e sua natureza…

Bem, nem sei dizer o que sinto ao escrever isso para todos voces, mas é do fundo do meu coração:

Muito obrigado!

Que Deus ilumine o caminho de cada um e os guarde e os preserve, até que realizem todos os sonhos bons, honestos, fieis, produtivos, amorosos e plenos de paz.

Merry Xmas! Happy New Year!

Beijusssssssssssssss

ro

Avatar
Edu Giansante, Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Tags

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar