Quais são os benefícios de estudar em Malta?

Quais são os benefícios de estudar em Malta?

Ávany França

8 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

E para fechar a série sobre” O destino do meu intercâmbioMalta”, nosso papo hoje, vai além das pesquisas sobre vistos, custos de vida e todas essas burocracias necessárias ao intercambista. Convidamos a brasileira Natali Martinelli Guimarães para contar como está sendo a sua experiência em Malta! Porque nada melhor do que saber como é a vida pelas ruas de Malta, por alguém que vive por lá.

@Arquivo pessoal Natali Guimarâes

Não tenho planos de voltar para o Brasil. @Arquivo pessoal Natali Guimarães

Quem é Natali Guimarães?

Uma brasileira de 24 anos, formada em Administração de Empresas no Brasil, que em maio de 2011 embarcou a caminho de Malta!

Porque você escolheu Malta para estudar ?

O melhor preço do curso de inglês somado ao fato de não precisar aplicar para visto de estudante previamente.

Que curso escolheu em Malta ?

Curso de Inglês. Agregar ao nível avançado que já possuía além da vivência no exterior ao CV.

Em que escola estudou?

Sprachcaffe Language Plus. Infraestrutura e preço.

Quais as vantagens e desvantagens, na sua opinião sobre a escola?

Desvantagem: No verão os horários das aulas são intercaladas, sendo um dia de manhã e outro dia de tarde. Além disso o fato de não seguirmos uma apostila, fez com que por várias vezes revíssemos gramática e ainda, algumas vezes conteúdo de um nível inferior ou conteúdo de um nível superior.

Vantagens: Infraestrutura. Piscina, Bistrô, praticamente um clube a disposição 7 dias por semana.

Para você quais as vantagens e desvantagens de viver em Malta?

© Kcho | Dreamstime.com

Os ônibus no inverno demoram muito para passar. © Kcho | Dreamstime.com

Desvantagem: Transporte público. No verão a ilha fica super lotada e não há ônibus suficiente. No inverno fica vazio e o intervalo de tempo entre um ônibus e outro chega a ser mais de uma hora. Outro ponto que não diria ser uma desvantagem, mas sim um desafio, é a cultura Maltesa. O “maltês” pode ser amado ou odiado sem meio termo.

O clima: muito úmido. Poeira: as construções são por lei, feitas com a tal da pedra maltesa, que solta muito pó.

Outro problema é a dificuldade de encontrar um mercado ou farmácia aberta após as sete e meia da noite. Se quiser comer algo as duas da manhã também encontrará dificuldade.

Vantagem: Sou suspeita para falar porque sou completamente apaixonada por essa ilhota. Me sinto muito em casa justamente pelo conforto que se pode obter morando aqui. O custo de vida é baixo e compatível com a wage. Quero dizer que não se nota diferença de classe social por aqui. Para começar não se vê “pedinte”, não se ouve falar em assalto (sim, furtos) e muito menos desemprego.

Outro ponto que na minha opinião é muito importante, é o fato de haver pessoas do mundo inteiro. Então o contato com diversas culturas, diversos idiomas e essa troca de informação vale muito.

Você já vivenciou algum episódio curioso? Conte pra gente!

Diversos. Existe uma vida noturna em Malta que pode ser bem traiçoeira. E essa vida se chama Paceville. TODO o mundo já passou por algum episódio no mínimo curioso e comigo não poderia ser diferente. Mas o problema é…. NÃO LEMBRO! isso mesmo, eu quase nunca me lembrava o que aconteceu no dia seguinte depois de uma festa…

Que dica daria para quem que ir estudar em Malta?

© Auremar | Dreamstime.com

As escolas são praticamente iguais, o que muda são os métodos de ensino e os valores.© Auremar | Dreamstime.com

Dica número 1: as escolas são praticamente iguais. O que diferencia uma da outra é o método de ensino e o preço. Não crie a expectativa de que a escolha da escola vai fazer toda a diferença porque não vai. Durante as aulas aprendemos gramática, maneiras certas de formular uma pergunta, modal verb, mas é na rua que vamos adquirir vocabulário, expressões, e praticar tudo aquilo que aprendemos nas aulas.

Segunda é: Não aconselho a morar em residência estudantil. O que eu mais ouvia eram reclamações de todos os tipos. Até mesmo porque os valores são absurdos e sinceramente, o que se paga por semana morando em residência estudantil, consegui-se pagar uma apartamento privado.

Outra dica importante: Se quer mesmo estudar inglês, esqueça o português. Filmes, livros e amigos estrangeiros.. por favor!

E sobre trabalho? Como está a busca de trabalho por aí? 

Atualmente trabalho em uma cafeteria na capital, Valletta. Comecei a não muito tempo a trabalhar como Manicure e Pedicure, o que ajuda nas minhas despesas mas ajuda mais ainda as brasileiras necessitadas que gostam do nosso Brazilian Style e não são adeptas ao estilo peculiar europeu. Para quem quer realmente trabalhar, independente do que seja, é fácil sim. É fácil encontrar placas com vagas de garçonete, bartender e auxiliar de cozinha. Eu mesmo consegui o meu primeiro trabalho em Malta no primeiro dia de procura.

E quanto a volta ao Brasil? Já está em seus planos?

Sem planos. Provavelmente um dia eu volte, não sei exatamente quando. Até mesmo porque hoje sou dois, eu e o meu namorado que também é brasileiro, mas que não tem em seus planos o Brasil novamente. É uma decisão que exige duas cabeças e dois corações.

O que é imperdível em Malta?

© Olgacov | Dreamstime.com

A ilha de Marsaxlokk é um dos destinos favoritos dos intercambistas.© Olgacov | Dreamstime.com

Valletta, Medina, Blue Grotto, Comino e Gozo (são as outras duas ilhinhas), Paceville, Marsaxlokk de domingo pela manhã, e todo o resto da ilha!!!

Para a turma que curte uma balada, quais as suas impressões sobre elas? E possível curtir a night maltes sem ficar pobre?

Para ser sincera, a primeira sensação foi de tensão quando cheguei pela primeira vez em Paceville. Muita gente bêbada. Paceville pode ser o paraíso ou o inferno. Difícil de distinguir… Mas na minha opinião Sliema é o melhor lugar para se aproveitar tanto a noite quanto o dia. Em Malta o estilo de música predominante é o eletrônico e música latina. Mas ainda encontra-se alguns pubs que de vez em quando tocam um rock. Tem agito 24 horas por dia.

Bebidas muito baratas. Exemplo: uma taboa com 12 shots de vodka+redbull custa em medias menos de 10 euros.

Existem muitos brasileiros em Malta?

Sim. Muitos estudantes que ficam de dois a seis meses. Ainda tem aqueles fixos que casaram ou simplesmente não querem ir embora. Mas não encontro muito “turista a passeio”.

Para conhecer mais sobre a Natali e só conferir sua pagina no Facebook!

By Kelly Santos

Avatar
Ávany França, Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar