Top 5 destinos de esqui na Europa

Top 5 destinos de esqui na Europa

Ávany França

3 anos atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Vocês perceberam como o Facebook dos brasileiros que vivem aqui na Europa anda branquinho, branquinho? Pois é, não se fala em outra coisa que não seja frio, gelo e a tão esperada neve. Até aqui na Irlanda, que a neve continua sendo “coisa rara”, houve indícios de que ela fará a alegria dos “brasucas” nos dias frios de janeiro. Portanto, se você está pensando nesse tipo de aventura, a hora de planejá-la é agora, especialmente aqueles que pretendem ficar só um aninho na Ilha Verde.

Para desfrutar dessa aventura de arrepiar – por causa do frio -, a nossa dica é que não deixem de visitar um dos resorts de esqui, afinal, curtir a neve é uma das partes divertidas do inverno europeu. The real fun is that!

Pensando nisso, elaboramos o “TOP 5 – Destinos para a Prática de Esqui”. E prepare-se, pois as melhores pistas do mundo para a prática do esporte estão na Europa!

E quer saber o que você precisa para esquiar?

Disposição para levar tombo, espírito de aventura e gostar de rir dos outros e de si mesmo. Porque não há um ser neste mundo que não tenha pagado mico nesta experiência gelada!

1. Mount Titlis, Suíça

Crédito: teinteresa.es

Crédito: teinteresa.es

O Titlis é um dos locais mais famosos da Suíça para aqueles que pretendem se aventurar na neve e o acesso não é dos mais complicados. De Zurique você pode pegar um tour para Lucerne para visitar as diversas atrações do resort.

Para quem tem receio de tentar se aventurar sobre os esquis, vale ressaltar que esta não é a única atração no Mount Titlis. Há várias modalidades de esporte, desde um simples passeio em um teleférico pelos alpes que, por sinal, é incrível, passando pelo snowboard, snowshoe treck e chegando até a um exótico passeio de charrete na neve.

No próprio Mount Titlis, em especial, é possível visitar uma caverna toda formada de gelo.

2. Trysil, Noruega

Crédito: absolutelysnow.co.uk

Crédito: absolutelysnow.co.uk

Quem ainda não teve chance de fazer um tour pela terra dos Vikings, agora tem uma boa desculpa. A capital norueguesa, Oslo, oferece várias estações de esqui com fácil acesso de trem.

O Trysil é uma das maiores montanhas e também a que possui o maior número de modalidades. Nossa recomendação é que você vá em grupo e cogite alugar um carro, para não ficar preso aos horários de transporte público. Se optar pelo trem, você terá que fazer uma conexão e pegar um bus para chegar ao Resort, que fica a 2h30 de Oslo.

3. Cervinia, Itália

Crédito: travelreportage.com

Crédito: travelreportage.com

Como estamos na Irlanda e a maioria de nós, reles estudantes, não tem tanta grana assim, precisamos considerar as opções que se encaixem nessa realidade. Por isso, o nosso destino número 3 é a Itália.

Com a Ryanair ofertando voos para vários destinos italianos, já rola aquela economia nas passagem aéreas. Além disso, é possível viajar de forma bastante econômica e tranquila pela terra de Michelangelo. No país cuja forma é uma bota, a nossa dica fica por conta de Cervinia.

As tarifas começam em 57 e chegam a 281 euros, sendo este último o valor integral de um ticket que dá direito a 7 dias. As atividades, novamente, são bem variadas. Cabe observar que o resort está entre os mais badalados da Itália.

4. Courchevel, França

Crédito: courchevel.com

Crédito: courchevel.com

O resort francês é um dos queridinhos dos europeus por oferecer uma variedade de níveis com relação à dificuldade das pistas, o que o tona aconselhável para iniciantes e profissionais. E já que falamos em fazer um tour por um resort com orçamento apertado, vamos ao outro lado da moeda: nada é barato em meio aos “Les Trois Vallées” (Três Vales).

Não à toa, Courchevel é um dos destinos mais glamorosos quando se fala em estação de esqui. As paisagens são deslumbrantes e Os Três Vales possuem características bem diferentes, pois interligam-se entre si, permitindo um belo passeio turístico, mesmo para quem chega até lá só por curiosidade.

Se por um lado o resort possui estrutura de luxo, há algumas atrações com preços aceitáveis. Visite o site para conhecer as tarifas!

5. St Moritz, Suíça

56a59fc6e2

Crédito: Moritz

Só de olhar já dá para perceber que a estação de St Moritz é imensa. São 350 Km de pista, no total, para todos os “níveis de adrenalina”. St Moritz também é a preferida de quem sofre com as temperaturas extremas por apresentar um clima bastante estável, com média de 9ºC. Ou seja: é possível se divertir sem congelar! O local também já sediou duas Olimpíadas de Inverno, o que faz com que o destino seja bastante respeitado.

Como esse é o peíodo no qual os resorts “fazem” dinheiro, tudo ao redor das estações custa caro. Então, em vez de ficar três dias hospedado em um resort, pagando um valor de acomodação que em nada se assemelha às diárias pagas num hostel, opte por uma estação de fácil acesso desde a cidade principal. Assim, você poderá ir e vir diariamente fazendo uma certa economia, afinal, a diferença de preço entre um resort e um hostel é bastante significativa.

Dicas

Considerando que estamos na alta temporada de esqui, os preços não são dos mais simpáticos. Todavia, se quiser desfrutar desse tipo de aventura, é impossível fugir deles.

Você pode até economizar um pouco deixando para se aventurar no finalzinho da temporada. Além disso, escolher países como Itália, e França também pode significar uma economia, já que o custo de vida nos países nórdicos, por exemplo, é consideravelmente mais alto.

Outra coisa importante, principalmente para os brasileiros, que não estão acustumados ao gelo é que comprem um ticket para apenas um dia. É melhor ir uma vez, curtir e depois decidir se quer mesmo se aventuraa por mais dias.  Comprar um pacote e depois dos primeiro contato com o gelo querer sair correndo por descobrir que não é a sua, é bem comum, então melhor ir aos poucos! Afinal, nosso contato com ese tipo de esporte no Brasil se resume ao famoso “esquibunda” nos destinos nordestinos.

No mais, é se preparar, criar coragem, desencanar dos tombos e ser feliz! Porque passar inverno na Europa e voltar sem aquela foto esparramado na neve é para os fracos!

 

Avatar
Ávany França, Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar